Ricardo Burgos

Os 5 melhores cocktail bars em Nova York

Bares conceituais, xaropes caseiros, mixologistas estilosos e coquetéis artesanais – a cultura de cocktail bars em Nova York é muito forte, especialmente agora com toda essa gourmetização dos bares e dos hipster em ascensão, os bares passaram a contrata mixologistas com uma personalidade forte, e na maioria das vezes as grandes estrelas desses bares são, de fato, os bigodudos detrás dos balcões. Confira aqui essa lista saborosa!

1. Amor y Amargo
443 E 6th St. – East Village

Você não vai encontrar nenhum misturador, açúcar, ou sucos neste minúsculo bar conceitual – somente uma galera muito focada em fazer verdadeiros coquetéis (daqueles clássicos, sabe?). A cabeça pensante por detrás disso tudo é o Sother Teague, que também vende tudo que você precisa para estocar o seu bar pessoal e quem sabe fazer os mesmos drinks que ele faz, ou piores…

Amor-Y-Amargo-9-22-16

2. Pegu Club
77 W Houston St. – SoHo

O Pegu Club original foi um famoso bar construído na Birmânia na década de 1880 onde oficiais britânicos podiam sentar e beber gim. O Pegu Clube do Soho remontou aquela atmosfera – grandes cubos de gelo, sucos frescos e xaropes caseiros – e abriu caminho para todos os bares de coquetéis artesanais que existem em Manhattan hoje. É um patrimônio da cidade.

banner-ny-conexao

3. Ward III
111 Reade St. – Tribeca

Talvez esse bar seja badalado por conta da extensa variedade de coquetéis, ou porque o bartender sempre faz uma bebida personalizada baseada nos seus gostos e sabores, ou por causa dos deliciosos enroladinhos de tâmara com bacon. Ou talvez seja só porque você pode pedir tudo o que citei acima até 4h da manhã.

WARD_III_cocktails_Wagtouicz_11

4. Weather Up
159 Duane St. – Tribeca

Os coquetéis inovadores desse barzinho são simplesmente deliciosos, assim como a iluminação indireta que eles colocaram. Ah, e caso você não encontra nada que queira experimentar no menu, o bartender pode criar algo especial pra você. #ficaadica

5. Little Branch
20 7th Ave S – West Village

Se não fosse por uma fila suspeita que chega até a virar esquina, o local passaria despercebido. Você vai ter que esperar um pouquinho pra entrar, tenha a identidade em mãos e a entregue para o segurança assustador que decide se você vale ou não a pena entrar e tomar um dos coquetéis feitos sob medida pelo barman bigodudo. Uma vez lá dentro, você vai perceber que ninguém aqui vai ficar te julgando pelo que você bebe ou deixa de beber – o lugar é beeem relax.

little-branch-nyc

Prontinho, por hoje é só. Gostaram? Querem indicar algum bar? Dar sugestões? Então comente abaixo, será um prazer descobrir o que você tem a dizer!

Ricardo Burgos

Facebook | Twitter | Instagram | Gmail

Ricardo começou sua carreira como ator em Salvador, e mudou-se para o Rio em 2012, onde ficou em cartaz por 3 anos com o musical "Dzi Croquettes em Bandália". Ricardo é louco por pizza, hambúrgueres, cerveja e sente muita falta de acarajé. Ele já escreveu para a Obvious Magazine e hoje escreve no Conexão sobre Rio de Janeiro e Nova York.

Escreva para o Conexão Mundo

Compartilhe suas experiências e dicas conosco e torne-se um colunista.