Marcio Costa

Diretor

Chegando em Nova York: Meios de Transporte

O transporte público em Nova York não é nada amigável aos turistas. E o seu trânsito caótico é facilmente comparado ao das grandes metrópoles brasileiras. Por conta disto, é necessário avaliar as opções de transporte saindo do JFK, para evitar quaisquer desventuras.

 

TÁXI

Basta sair do JFK, em qualquer um dos seus oito terminais, e seguir a sinalização e entrar na fila (que às vezes pode estar um pouco longa). Na sua vez, o atendente vai pedir o endereço do seu destino e te entregar uma ficha amarela com o número do táxi anotado – isso caso você queira reclamar do taxista. A tarifa é única (flat rate), são US$ 52 + pedágio e gorjeta, do aeroporto a qualquer ponto de Manhattan – não há taxa extra por bagagem. O pedágio custa em torno de US$ 5 (aqui vai uma dica: se você pedir para o motorista vir pela Queensboro Bridge, não há pedágio). A gorjeta esperada é de no mínimo 15% (US$ 8,50).

Preço Total:
Caso haja pedágio no caminho, deixe US$ 65 com o taxista. Se não houver pedágio deixe US$ 60. Um táxi sedan pode transportar até quatro passageiros, isso se todas as malas couberem no porta-malas. Se você não estiver afim de pegar fila e quiser um táxi te esperando na porta do terminal, recomendamos o “car service”: empresas como Carmel Limo e Dial 7 que cobram US$ 44 + pedágio e gorjeta (caso seu vôo atrase você será cobrado pela espera). Eles também oferecem minivans (5 passageiros) e vans (9 passageiros), dá uma olhada nas opções e valores.

Tempo de Viagem:
Mais ou menos 45 minutos sem trânsito, e em torno de 2 horas se você der azar e ficar preso no trânsito caótico.

A Volta:
Eu não arriscaria pegar um táxi na rua, pode ser que todos eles resolvam sumir e fazer um complô contra você. Então o melhor a fazer é verificar as opções de car service, ou se o seu hotel tiver serviço de concierge, peça para marcar um táxi. A tarifa é a mesma, US$ 52 + pedágio e gorjeta.

 

VAN (SHUTTLE)

Caso esteja sozinho, é bastante considerável optar pela van (“shuttle”, em inglês). Empresas como a SuperShuttle e Go Airport custam US$ 19 e te deixam na porta do seu hotel. É só sair do terminal, e procurar pelo representante da companhia, e dá-lhe o seu código de reserva (caso tenha comprado pela internet), ou informa o seu nome e destino e paga na hora. Você viajará com mais 10 passageiros, e se tudo der certo, você chegará rapidinho no seu destino, em torno de 1 hora. Mas espere o imprevisto, é possível que você tenha que esperar um bom tempo pela van, e ainda ser o último passageiro a ser entregue.

Preço Total:
Na SuperShuttle, US$ 19 (ou US$ 20, se você pagar na hora e der gorjeta). Existe a opção de fretar a van inteira por US$ 115, para 11 passageiros. Na Go Airport, US$ 18,51 por pessoa, ou US$ 163 pela van de luxo para 6 passageiros.

Tempo de Viagem:
Se tudo der certo, em 1 hora. Se tudo der errado: uma eternidade que só Deus sabe.

A Volta:
A melhor coisa é reservar o serviço pela internet, e uma van passará no seu hotel. O sistema pergunta o horário do seu vôo e programa a viagem para umas quatro horas antes.

 

ÔNIBUS NYC AIRPORTER

Aqui está uma opção bacana – De 30 em 30 minutos sai um ônibus que passa por todos os terminais (procure o guichê na calçada do terminal, os funcionários vestem blazers verdes). Após pegar o ônibus fique atento aos pontos de parada em Manhattan – Grand Central Station (rua 42 esquina Park), Penn Station (rua 33 entre 6ª e 7ª) e na rodoviária Port Authority (rua 42 entre 8ª e 9ª). Da Grand Central Station os passageiros têm direito à um transfer gratuito para os hotéis entre as ruas 23 e 63 (confira a lista). Os serviços da NYC Airporter funcionam das 5h às 23h30.

Preço Total:
US$ 16.

Tempo de Viagem:
No mínimo 90 minutos.

A Volta:
O melhor é reservar pela internet, e pegar o ônibus num dos três pontos de parada em Manhattan. O transfer dos hotéis entre as ruas 23 e 63 até a rodoviária Port Authority também vale pra volta.

 

AIRTRAIN + TREM (LIRR)

O AirTrain é uma opção bem bacana – imagine um monotrilho que interliga, de graça, os oito terminais do JFK. Sim, existe! E pagando US$ 5, você pode deixar o monotrilho e fazer integração com o trem ou o metrô. O trem da LIRR (Long Island Rail Road) é o meio de transporte mais rápido entre o JFK e Manhattan: são 20 minutos até a Penn Station, na rua 33 com 7ª Avenida. As partidas são bem freqüentes.

Modo de Usar:
Pegue o AirTrain no seu terminal e desça na estação Jamaica (dependendo do terminal, pode levar até 15 minutos). É preciso comprar o ticket nas máquinas localizadas antes das catracas. Adquira um MetroCard de US$ 5 — que é o valor necessário para passar pela catraca. (As máquinas aceitam dinheiro ou cartão; se você pagar com cartão, o sistema vai pedir o seu zip code. Digite os cinco primeiros números do CEP do endereço de cobrança do seu cartão). Depois de passar pela catraca, siga a sinalização até a LIRR. Compre sua passagem para Penn Station numa das máquinas que ficam antes das escadas que descem para as plataformas. Para viajar entre 5h50 e 9h35 da manhã você vai precisar pagar a tarifa “peak” — pico — que custa US$ 8,75. Nos outros horários, pague a “off peak” – que custa US$ 6,25. Veja no painel eletrônico qual é a plataforma de saída do próximo trem para Penn Station. Você vai chegar na rua 33 Oeste, à altura da 7ª Avenida. Lá você pode pegar um táxi ou continuar a viagem de metrô. (Caso opte por metrô, lembre-se de que bem provavelmente vai precisar carregar a mala por vários degraus de escada). A Penn Station conecta com a estação da rua 34 com 7ª Avenida, onde dá para pegar as linhas 1, 2 e 3. Andando até a 8ª você pega as linhas A, C e E – se caminhar uma quadra até a Broadway pode pegar a B, D, F, V, N, Q, R ou W. (Dê uma olhada no mapa do metrô de NYC) Veja a estratégia de recarregar o seu MetroCard para usar no metrô no próximo tópico.

Preço Total:
Até a Penn Station o preço é US$ 13,75, no horário de pico (saindo de Jamaica 5h50 às 9h35 da manhã), e US$ 11,25 nos outros horários. Da Penn Station ao seu hotel vai lhe custar mais US$ 2,50 de metrô (se você comprar um bilhete avulso, “Single Ride”), e US$ 2,25 se você usar o MetroCard no modo pay-per-ride, ou menos que isso, se usar o MetroCard de 1 semana. Um táxi provavelmente sairá não mais que US$ 15.

Tempo de Viagem:
Contando o tempo de espera entre os trens, uns 50 minutos do seu terminal à Penn Station.

A Volta:
O horário “peak” no sentido contrário (Manhattan – JFK) vai das 16h às 20h. Ao chegar em Jamaica, você vai precisar ter US$ 5 de carga no seu MetroCard para entrar no AirTrain e chegar ao seu terminal.

AIRTRAIN + METRÔ

O AirTrain, como já foi dito acima é o monotrilho que inteliga, de graça, os oito terminais do JFK — também permite que você continue viagem a Nova York por quatro linhas de metrô. A que nos interessa é a E, que é a melhor para todos os hotéis do bairro do Soho para cima.

Modo de Usar:
Pegue o AirTrain no seu terminal e desça na estação Jamaica. É preciso comprar o ticket nas máquinas localizadas antes das catracas. Adquira um MetroCard de US$ 5 — que é o valor necessário para passar pela catraca. (As máquinas aceitam dinheiro ou cartão; se você pagar com cartão, o sistema vai pedir o seu zip code. Digite os cinco primeiros números do CEP do endereço de cobrança do seu cartão). Você também pode carregar o seu MetroCard com um valor mais alto (como US$ 20), e aproveitar o saldo para usar o metrô no sistema pay-per-ride (que debita US$ 2,25 a cada viagem). Caso você queira comprar um passe de viagens ilimitadas (US$ 29 o de 7 dias, US$ 104 o de 30 dias), mas lembre-se, você NÃO poderá usar essas máquinas antes das catracas, porque elas não oferecem essa opção. Neste caso, compre apenas o MetroCard de US$ 5 para sair do AirTrain e, ao chegar à estação do metrô, compre um novo MetroCard, agora na versão Unlimited Rides, de 7 dias. Os hotéis mais fáceis de chegar de metrô, sem integração, são os que ficam próximos à rua 53 (nas estações: Lexington, Park, Broadway/Sétima Avenida) e depois ao longo da 8ª Avenida, no lado oeste, na direção sul (nas estações: ruas 50, 42, 34, 14), e por último na Washington Square, Tribeca e Ground Zero. Para outros lugares, você vai precisar fazer intgração: desça na 53 com Lexington para pegar a linha 6 (perfeita para o lado leste, tanto na direção norte quanto na direção sul); e na 50 com 8ª para pegar a linha C (boa para hotéis no lado oeste, só que mais para o norte). Ao optar pelo metrô você precisa ter consciência de que vai acabar carregando suas malas por vários lances de escada. (Dê uma olhada no mapa do metrô de NYC).

Preço Total:
US$ 7,25 (ou menos, se você carregar o MetroCard com viagens ilimitadas).

Tempo de Viagem:
Contando o tempo entre trens, você irá levar 1h15 do seu terminal até a rua 53.

A Volta:
Nem espere encontrar um lugar para sentar no centro de Manhattan — e dificilmente irá escapar da enorme quantidade de bagagens que acompanha turistas brasileiros em Nova York. Ao chegar em Jamaica, você vai precisar ter US$ 5 de carga no seu MetroCard para entrar no AirTrain e chegar ao seu terminal.

Veja Também

Traslados: Aeroportos da cidade aos hotéis de Manhattan

 

Marcio Costa

Facebook | Twitter | Instagram | Gmail

Aqui você encontra a melhor conexão entre onde ficar e o que fazer.

Escreva para o Conexão Mundo

Compartilhe suas experiências e dicas conosco e torne-se um colunista.